Uncategorized

Truth

Truth. To live your own truth: find death on the by-now silent surrounded by mountains. As extraordinary as their resistance to be real. At the end of that exhausted chase – the illusion of being perfect falls apart when we stop hiding how we’re crushed and wounded in hard times.

Indeed, life is constantly show us that living the truth is where guidance comes, and reveal the strongest part of us which it is covered in pain. A honest commitment with ourselves is always fullest with uncertainty, but we’re so afraid to exposure and allow us to feel the pressure.

Yet, the truth speak to us, they sing to us in the silence, as if the snow falling from a mountain was the strings of a harp. As vast song of tiny ices, almost bare. To hard to find a heart full of purity as tight as an ice, because the heart is always in the arctic. It seems painful to be the witnesses of mysteries that escape us.

TRADUÇÃO

Verdade. Para viver sua própria verdade: encontre a morte no agora silencioso cercado pela montanha. Tão extraordinário quanto sua resistência em ser real. No final dessa perseguição exausta – a ilusão de ser perfeito desmorona quando paramos de esconder como somos esmagados e feridos em tempos difíceis. De fato, a vida nos mostra constantemente que viver na verdade é onde começamos a ser guiados, e revela a parte mais forte de nós que está coberta pela dor. Um compromisso honesto com nós mesmo é sempre cheio de incertezas, mas temos tanto medo de nos expor e nos permitir sentir a pressão. No entanto, a verdade nos fala, ela canta para nós no silêncio, como se a neve caindo de uma montanha fosse as cordas de uma harpa.  Como o vasto canto de minúsculos gelos, quase nu. Muito difícil encontrar um coração cheio de pureza, tão apertado quanto um gelo, porque o coração está sempre no ártico. Parece doloroso ser testemunha de mistérios que nos escapam.