Olhos de Oceano

Você está tentando não chorar, mas eu volto a ser água em teus olhos. Você acha que sou sua, sim, você acha que sou a sua lágrima de saudade. Isso está nos matando, quando fecha os olhos eu me torno escuridão. A dor que invade seu coração e de repente enche seus olhos de solidão…

Arco-íris

Estávamos num campo nebuloso com as luzes do sol atravessando as gotas finas de chuva. Passava de meio dia. Deixei um rastro multicolorido pra você atravessar o meu céu de pensamentos. Eu já sonhei tantas vezes com o seu deslizar nas minhas linhas em tons pastéis, começando a viagem rumo ao mundo de imaginações. Do vermelho ao…

Marcas

O silêncio me toca tão profundo, está tudo calmo e no lugar. Sem ter alguém, a casa vazia, a cama enorme, a pele fria, os planos previsíveis, as coisas tão só minha sem ter com quem dividir. Depois de já ter jogado tudo pro alto e quase desistir. Cansado de tentar e resistir às duras perdas do…

Estranho

Estranho é o que tem entre eu e você. Estranho é como eu me sinto e o que sinto é inexplicável demais pra caber no entendimento. Estranho é sentir saudade de uma boca que nunca beijei, de uma pele que nunca toquei, de um sorriso que me traz alegria só em lembrar. Parece não fazer…

Litoral Poético

No horizonte avistei de longe um mar. Um lindo e revolto mar cercado por uma multidão de grãos de areia. Porém, completamente sozinho, envolto por uma misteriosa atmosfera que encobria o que desejo ter. E eu que esperei por muito tempo o momento certo para dizer, mas esse momento se perdeu na extensão indefinível desse…

Mergulho Profundo

Nos braços do cio eu me deito, na sua cama interior, nua e crua, derramando segredos que não sei dizer. Fico acordada te observando, sentindo a sutileza do silêncio. E você parece tão, tão misterioso. Não sei se consegue ver, mas estou bem perto de me entregar naturalmente. Esse seu jeito de amar deixa a sua alma mais…

Meia Hora

Ele me olha. Quer alguma coisa? Massagem nas costas. Meia hora. São 21h30. Às 22h termino. Começo. Ele deita ligeiro na cama, de bruços. Levanta, arranca a blusa. Deita de novo, de bruços. Eu começo estralando. Deslizo as mãos apertando sua pele com minhas impressões digitais por todo o seu corpo, principalmente no entorno das…