Sentimentos Cotidianos

A gente até tenta, perdoa, mas não esquece

Sei que existe muito mais significado entre a caneta e o papel que escrevo do que a própria tinta que faz você enxergar as palavras. O que eu queria escrever é que a sinceridade é melhor para quem diz do que para quem escuta. Ou, talvez não.

Esses dias aconteceram tantas coisas na minha vida que me fizeram pensar em outras muitas, mas não sei quantas coisas acontecem na sua vida quando eu não estou. A gente tem mania de criar coisas que não existem, e questionamos o por que quando nada faz sentido. Já não bastasse escutar o que não se quer ouvir, ainda terei que falar sem vontade de dizer sobre o que foi dito. Tentei apagar, mas não consigo. Os segundos que levam as palavras até meus ouvidos são os mesmos que me fazem perceber coisas sem sentido. O que você diz muitas vezes não é o que você sente, e sim o que você pensa. Mas do outro lado, quem escuta não quer falar, pois está machucado. Enquanto escuto o que você pensa, o meu coração espera um pouco mais de sutileza. Quando percebo, penso que irá notar e, às vezes, quando não antecipo, choro e deixo você falar, mas sinto que o peito aperta porque nem tudo deve ser dito. Quando reflito sobre palavras duras ao meu respeito, fico triste e desejo que o dia passe rápido e que tudo o que me disse se transforme imediatamente em esquecimento, mas não esqueço. A gente até tenta, perdoa, mas não esquece. Tem certos tipos de palavras que fazem morada no seu peito. Quando lembro do passado, sinto que já não me pertence mais. Que o que ficou pra trás não volta mais. A gente até tenta, perdoa, mas não esquece.

Não basta dizer a verdade, tem que saber como falar. O fato de expressar a verdade não significa que fui sincera porque a maneira como você diz muitas vezes pode parecer indelicado e grosseiro, por isso perde o sentido de ter dito. Mas você não percebe que o melhor seria silenciar. E o que não deveria ter sido dito, foi dito da pior maneira possível. Mesmo que seja verdade, dizer certo tipo de coisa é ser indelicado, e pode soar mal e ser mal interpretado. Coisas que escutamos tentando esquecer.

* Pra ficar ainda melhor escute a canção “Paciência”.