Sentimentos Cotidianos

Olhos de Oceano

Você está tentando não chorar, mas eu volto a ser água em teus olhos. Você acha que sou sua, sim, você acha que sou a sua lágrima de saudade. Isso está nos matando, quando fecha os olhos eu me torno escuridão. A dor que invade seu coração e de repente enche seus olhos de solidão é a mesma lágrima que escorre no teu rosto, e faz aliviar essa saudade. Como não sofrer, se você me retém no olhar? Ao invés de alagar seus pés sem chão e flutuar.

Barra Grande, minha lágrima de saudade.

Não importa o quanto eu tente. Quando eu me sinto perdida procuro por mim no fundo dos teus olhos. Eu vejo a luz quando a água toca a íris. E você volta a fechar os olhos. Isso não faz bem pra nós. Eu preciso ir. Você precisa parar de me segurar desse jeito. Precisa me deixar partir desse mundo lúgubre.

Por favor, abra os olhos e mostre o quão profunda eu sou. Lágrimas não podem ficar presas por muito tempo. Pare de conter o choro, eu imploro por seu choro, me deixe rolar. Quero saber o que há além do seu olhar. Eu nunca cai de tão alto. Deixe-me atravessar o horizonte dos teus olhos.

Por favor, chora. Chora mesmo. Chora muito. Chora o oceano inteiro que sou dentro de você. Chora que eu vou destilar emoções. Chora dor. Chora alegria. Chora os momentos, os lamentos. Chora o que quiser. Mas por favor, chora de verdade. Põe pra fora toda essa agonia. Chora eu, a sua lágrima de saudade.

* Pra ficar ainda melhor escute a canção “Issues”.