Uncategorized

Milky Sky

Photographer: Lara Jay

The dream shows me a lonely way
Of all the mystery of vision
Whitish blur
Into the milky sky’s eyes
The freedom of mind, a perfection desire
The ledge of magic goes under
The highest frenquency pressed over my chest
And between my eyes
Spiraling colours and waves
Illusion scrapes on the shallow self
But never stops the soul
Black birds whispering codes in the night
Hypnotize the wave, of motion in light
Drawing up the milky sky
An orange moon illuminate my room
And open the eighth gate

Feels like a wonderful glowing radiance
That’s making my hands lose control
Hot flashes and sweaty
Nervous breaking down sensations
Spiral slipping faster
Seventeen black birds into the hole
Intuition eyes never dies

I breathe another dimension deep
Awaken beside myself
I do not sleep
Cannot walk between two worlds
I am spiraling out of control
Heart beats faster and faster
Even though the world it never screams
Life could be a wild adventure,
Whichever sky you choose,
You can fly
Between the lines and signs
You can cross

Into the milky sky
Soul never dies
Still alive and awake
Figure out the only one who knows
A spiritual surveyor
Whisper, wish
the only one who knows
Intuition eyes never dies
Never lies, they know

TRADUÇÃO

O sonho me mostra um caminho solitário
De todo o mistério da visão
Borrão esbranquiçado
Nos olhos do céu leitoso
A liberdade da mente, um desejo de perfeição
A borda da magia vai sobre nós
A maior frenquência pressionou meu peito
E entre meus olhos
Cores e ondas em espiral
A ilusão arranha o eu superficial
Mas nunca para a alma
Pássaros negros sussurrando códigos na noite
Hipnotizar a onda, de movimento na luz
Desenhando o céu leitoso
Uma lua laranja ilumina meu quarto
E abre o oitavo portão

Parece um brilho radiante maravilhoso
Isso está fazendo minhas mãos perderem o controle
Ondas de calor e suor
Nervos quebrando sensações
Espiral girando mais rápido
Dezessete pássaros negros no buraco
Os olhos da intuição nunca morrem

Eu respiro outra dimensão profunda
Desperto ao meu lado
Eu não durmo
Não consigo andar entre dois mundos
Estou saindo do controle
Coração bate mais e mais rápido
Mesmo que o mundo nunca grite
A vida pode ser uma aventura selvagem,
Seja qual for o céu que você escolher,
Você pode voar
Entre as linhas e sinais
Você pode cruzar

No céu leitoso
A alma nunca morre
Ainda vivo e acordado
Descobrir o único que sabe
Um inspetor espiritual
Sussurro, desejo
o único que sabe
Os olhos da intuição nunca morrem
Nunca mentem, eles sabem