Sentimentos Cotidianos

O Amor arde em mim

Você não sabe como me sinto, aqui dentro há um vulcão pronto pra derramar. É assim que me sinto, violentamente pronta pra explodir. Não sei até quando irei suportar guardar tantas larvas sangrentas dentro de mim. Quando menos espero, começam a borbulhar, fervendo, queimando, ardendo, evaporando, sob elevada pressão. Tudo o que sinto, certamente, não tem lógica. Você mergulhou muito fundo nas águas doces do meu coração. Só eu sei o quanto mudei depois que te conheci. Eu era tranquila e serena, agora começo a entrar em ebulição. Não sei te falar sobre os meus segredos. Talvez você encontre vasculhando cuidadosamente o que escondo bem no fundo dessa cratera.

Tudo o que escrevo agora se projeta para fora e arde os olhos de quem lê. Dizem que a minha forma de sentir o mundo pode abrir corações e mentes. Que a minha energia pode irradiar amor ou continuar aprisionada. Que o meu olhar quando brilha na escuridão pode iluminar o céu numa noite de solidão. Que o sol é minha chama interna refletindo alegria, buscando palavras que despertam a liberdade. Sinto que o meu coração pode explodir de felicidade ou tristeza, esperando alguém dizer que ainda me ama ou não… alguém como Você.

Na esperança de um novo momento, um dia novo, uma nova vida, para que eu me torne verdadeiramente erudita. Toda vez que sinto essa manifestação espontânea, só quero te amar. Uma vontade de abrir meu coração e libertar todo esse fenômeno flamejante, que não me dá nada e me promete tudo. Eu não quero me livrar, só estou expirando o que já não cabe mais em mim. Estou me esforçando pra jogar pra cima e revelar. Ninguém sabe o que guardo aqui dentro. Não sei falar, não sei dizer, estou tentando escrever. Todo esse tempo, sem saber como dizer – o quanto eu ainda te amo. Eu não posso apagar essa chama acesa que ainda vive dentro de mim. Eu não posso parar. Mas eu não sei como revelar esse velho sentimento de amor arrefecido no vazio solitário, desde o dia que deixei você ir. Por favor, não negue o que tenho pra te dar. Eu não posso parar de respirar… esse amor tão vivo dentro de mim.

Qualquer pessoa é apenas alguém, diferente de alguém como você. E pouco importa o que os outros vão pensar, se eu quero só você pra amar. Olhe pra mim atento com o olhar da tua alma. Escute a vermelhidão da nossa verdade, não há barreiras, além da nossa própria escolha. Se já algum tempo atrás o amor nasceu pra nós. Então, a vida insistentemente continua a nos unir, pra amar novamente quantas vezes for necessário. Repetidas vidas, por todo o resto dos tempos.

* Pra ficar ainda melhor escute a canção “Is This Love”.